Review: Kite

kite-posterKite é como um filme de ação, daqueles onde Angelina Jolie sempre se salva. Sensual e ao mesmo tempo sangrento.

Kite conta a estória de Sawa, uma garota que teve seus pais mortos e trabalha como assassina para Akai, um policial corrupto e manipulador que usa de argumentos mentirosos para convencê-la a matar sem remorsos. Mas seu destino muda quando ela conhece Oburi, um outro jovem assassino que quer se livrar dessa vida.

img_show.aspx

Kite são dois ovas que juntos viram um filme de curta duração que teve mais duas franquias, mudando os personagens e estórias, mais seguindo o gênero de violência e apelo sexual forte. O que é para ser levado em consideração, já que a produtora Green Bunny  produz hentais. Muitos definem Kite como um anime forte, e na verdade não deixa de ser, mas o seu maior apelo é em relação as cenas de sexos, enquanto a “grande quantidade” de sangue é relativamente pessoal, claro, não deixando de ser um trunfo. Kite faz questão de mostrar tudo explicitamente, foram lançadas duas versões uma sem censura e outra com. Na verdade o plot de Kite já diz que tipo de anime podemos esperar, e de fato foi bom, mas poderia ter sido mil vezes melhor, mais real e impactante se fosse trabalhado de forma menos apressada.

oburi-celTemos Sawa órfã depois de ter visto seus pais serem brutalmente assassinados, o detetive corrupto e mal carácter Akai, leva Sawa com ele e com o tempo a tornar sua marionete e sua maior maquina de matar.
Resumidamente falei tudo que o anime contém, é um clichê bem pastelão sessão da tarde com muito sangue. A obra em si, tinha um potencial para ser diferente, mas optou por seguir o convencional e apelar para as cenas de nudez, compreendo que a produtora (talvez por ser de hentai) previamente tinha em foco o forte apelo sexual, mas isso poderia ser facilmente incorporado a uma estória onde houvesse uma personagem mais forte, não falo de luta corporal e sim de maturidade apesar da personagem ter sofrido traumas e saber a verdade durante muito tempo, ficou parecendo que ela só resolveu tomar atitude depois de encontrar Oburi.

kite-kite-liberator-2-disc-4260034634459-7O que me irrita nesse tipo de contesto, é sempre o romance, mesmo que não haja nada explicito, fica subentendido o provável romance entre Oburi e Sawa. Não estou dizendo que sou contra romance em obras desse tipo, mas se não for bem desenvolvido fica patético, mais um anime onde a menina que tem uma estória triste e vive uma vida de horror e encontra conforto em uma pessoa com as mesmas feridas, como se já não tivesse visto isso em outros animes. Oburi por sua vez também já queria sair dessa vida e viver normalmente, não tem uma personalidade relevante, mas sempre foi tão bom quanto Sawa em seu serviço, iria ser morto por Akai e seu ajudante mais é salvo por Sawa. Mais clichê que isso não pode.

23619631Comentários Gerais: Apesar disso ainda recomendo Kite para quem não está fazendo nada e quer assistir alguma coisa sem precisar usar o raciocínio lógico, claro se estiver disposto a ver sangue, sexo e Sawa sobrevivendo sempre as coisas mais inimagináveis.
O anime trabalha com uma paleta de cores fortes e vibrantes, o que em si me agradou um pouco, particularmente gosto de animes antigos justamente por isso, é tudo mais vibrante me passando a sensação de mais impacto. Apesar dos muitos pontos negativos, Kite foi meio que um “marco” onde sexo e sangue andaram juntos, conquistou o público e ganhou mais duas franquias que não seguem a mesma estória.

Anúncios

6 Comentários

Arquivado em Filme, Review

6 Respostas para “Review: Kite

  1. flavio

    aleluia algo de bom em lala ! …………………

  2. flavio

    realmente tem certeza nao foi nada bom fiz o comentario ,julgando pela capa do livro coisa q nunca se deve fazer,anime mal muito mal ;_

Comentem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s