Review: Perfect Blue

Perfect.Blue.full.439548Perfect Blue, o que é realmente real?  Em que ponto deixamos de sermos nós mesmos e passamos a ser o que os outros querem?

Mima é um membro do grupo musical Cham a dois anos e meio, e decidiu que queria ser muito mais do que simplesmente uma estrela pop. E assim decidi virar atriz, mas será que todos ao ser redor e ela mesma estão preparados para essa mudança? Será que ela poderá provar para si mesma, que é muito mais do que uma garota bonita em um grupo musical.

Vou começar dizendo que inicialmente, o filme aparenta ser lento mais muito pelo contrario é eletrizante e bastante psicológico. O filme é baseado no livro de Yoshikazu Takeuchi que leva o mesmo nome e dirigido por Satoshi Kon, que quis fugir de todos os clichês fazendo um filme sem censura. E a animação ficou por conta do queridinho Studio Madhouse, só por ai já podemos esperar um filme razoavelmente bom, o diferencial em Perfect Blue é justamente como é retratado o fascínio louco e doentio que as pessoas acabam criando umas pelas outras. No caso entre idol e fã.
perfect-blue-8-anz19fkq7v-1024x768Bom de início somos apresentados ao grupo Cham e a saída de Mima do grupo para iniciar a carreira de atriz, e logo nas primeiras cenas do filme já sabemos quem será o stalker de Mima. A verdade é que o grupo Cham é um grupo que ainda está começando no mercado e mesmo assim já tinha um público fiel que viam todas as meninas como princesinhas, principalmente a Mima. Então sua saída do grupo, não abala somente ela como a agência que inicialmente não queria que ela saísse do grupo, principalmente sua agente Rumi.

Então quando de fato entramos no enredo onde começamos a ser apresentados melhor as expectativas de Mima, a reação dos seus fãs a sua saída da banda. Ao mesmo tempo é mostrado a pressão que era para conseguir se firmar como atriz e conseguir papéis e a falta de credibilidade que uma estrela pop tinha em querer ser atriz. Aceitar trabalhos que atrizes conceituadas não aceitariam, inibir seu próprio querer, somente para mostrar que era capaz.
perfect_blue_5Em meio a esse turbilhão de fatos, os caminhos que Mima tem para ver seu sonho se tornar realidade são papéis que iniciantes em sua maioria topariam fazer para chegar rapidamente ao estrelado.
A partir desse ponto muitas coisas começam a ser questionadas e Mima começa beirar a loucura, entre expectativas , decepções, conquistas e realizações próprias. Voltar ou seguir em frente, qual seria o mais confortável? Se manter membro da Cham ou seguir com o sonho. Muitas coisas questionáveis são jogadas para nós telespectadores, em relação ao que Mima vê, ao que os outros veem dela, ao que ela começa a achar de si mesma. A relação entre a sanidade e a loucura, conseguimos ver claramente que existe uma linha tênue entre os dois, quando é o limite da loucura ?
perfect_blue_6Quando filme chega na sua maior tensão, quando eu mesma já confundia o que era Mima entre realidade ou coisas de sua cabeça e acabamos ficando um pouco loucos com ela. Entre o seu papel na tv ou sua vida real. A questão importante jogada é, quando entramos no mundo em que não estamos preparados, naquele momento conseguiremos seguir em frente sem desabar? Quando Mima começa a misturar parte de sua vida com a do filme,  naquele momento fica claro que ela não estava pronta “ainda” ou será que tinha alguém por trás fazendo-a pensar que não iria conseguir mesmo tendo lutado tanto para chegar até ali.
perfect_blue_7A violência do filme é mostrada da mesma forma como vemos até hoje nos noticiário de TV, pessoas morrendo todos os dias, uma questão presente no cotidiano do ser humano tanto quando o ciúmes a inveja a obsessão e o ódio. Os assinados que aparentemente não tinham um haver com outro, o quarto de Mima e finalmente o Sr. Me Mania com sua obsessão por Mima. Um dos papéis mais importante do filme, o homem cujo consigo ver claramente o qual insano o ser humano pode ser. Na verdade queria que ele fosse explorado mais psicologicamente, Sr. Me Mania o homem com a mais pura insanidade ou com o maior amor de todos? Quem sabe…

perfect-blue-02-gNa verdade enquanto escrevo esse texto, fiquei pensando em questões como confiança, doença,loucura e sucesso. Um verdadeiro thriller psicológico, a questão não é só a loucura dos personagens como também é mostrada de forma clara a ambição em querer ter algo e a busca por caminhos tortuosos para ter o que tanto almeja.

Comentários gerais:  Preciso dizer que o filme merece todo mérito que teve, um filme que trata de questões humanas, um filme que tenta compreender a loucura de cada um e seus respectivos motivos, alguns dizem ter e outros simplesmente não tem nenhum. Esse é Perfect Blue, uma mistura de toda realidade do mundo com a loucura que permanece dentro de cada um. Preciso dizer que apesar de gostar bastante do filme, ele é datado e o final apesar de explicar alguns pontos ainda deixa outros pontos soltos. Em relação aos comentários que Perfect Blue inspirou Cisne Negro ou não, acharia ótimo se fosse verdade porque tem sim uns pontos em comum, o reflexo no trêm a questão da busca constante pela perfeição e aceitação, os momentos de loucura quando começa a ver a si mesma, mas a questão é que em Cisne Negro, Nina é engolida pela sua própria loucura. Apesar do filme ser descrito como horror, não acho que seja propriamente um horror mais rola uma tensão muito boa por sinal, nada que de medo.

Anúncios

5 Comentários

Arquivado em Anime, Review

5 Respostas para “Review: Perfect Blue

  1. Saudações

    Já tinha ouvido falar, em oportunidade passada, sobre a carga emocional existente em Perfect Blue. Se eu for julgar unicamente pela sua análise, parece que a animação tem muito à oferecer neste aspecto.

    Embora eu deva aqui mencionar meu apego à enredos que tragam ao telespectador, de forma direta, algo sobre as questões humanas. Gosto muito de tal temática e planejo conferir esta obra, no intuito de ver se ela realmente trata o tema de uma forma honesta.

    Ótimo texto, Lari.

    Até mais!

    • Lari kkkkkkk Obrigado !
      Confira mesmo o filme, e de aviso digo o final é meio ruim pro enredo da obra, mais é só um pequeno detalhe. Pode conferir sem medo, espero que goste.

      • Saudações

        O final peca? É um dado de interesse, mas se você enfatiza que o mesmo não acaba interferindo tanto no geral da obra, então pode mesmo ser considerado um detalhe.

        Ah, te chamei de Lari pelo que vi em vosso Twitter, desculpe…^^”

        Até mais!

      • Sim sim só um detalhe que talvez você goste, não sei só achei mal elaborado para o peso da obra *últimos minutos reais do filme*. Pareceu uma comédia, fiquei tipo acabou, esse é o fim, e pior que era mesmo. kkkk

        Quanto ao Lari fique a vontade. Bjs

  2. Saudações

    Assistirei o anime assim que possível me for.^^

    Até mais!

Comentem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s